Resenha: Anexos (Rainbow Rowell)

Em 02.12.2017   Arquivado em LITERATURA

 

Sinopse: 

Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. (Todo mundo na redação sabe. É política da empresa.) Mas elas não conseguem levar isso tão a sério, e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas.
Enquanto isso, Lincoln O’Neill não consegue acreditar que este é agora o seu trabalho – ler os e-mails de outras pessoas. Quando ele se candidatou para ser “agente de segurança da internet”, se imaginou construindo firewalls e desmascarando hackers – e não escrevendo um relatório toda vez que uma mensagem esportiva vinha acompanhada de uma piada suja. Quando Lincoln se depara com as mensagens de Beth e Jennifer, ele sabe que deveria denunciá-las. Mas ele não consegue deixar de se divertir e se cativar por suas histórias. No momento em que Lincoln percebe que está se apaixonado por Beth, é tarde demais para se apresentar. Afinal, o que ele diria…?

 

Beth é uma mulher apaixonada pela sua profissão. Ela trabalha como jornalista, escrevendo críticas sobre cinema. O trabalho perfeito, haja vista que assistir a filmes é uma das coisas que ela mais ama na vida.

A sua melhor amiga é Jennifer, uma das jornalistas com quem ela divide a sala de redação.

Apesar de as duas saberem que o seus e-mails estão sendo monitorados (o ano é 1999 e a internet ainda é uma novidade), sendo estritamente proibido mandar mensagens de cunho pessoal, elas acreditam que nunca serão pegas.  E, sendo assim, se comunicam constantemente pelo correio eletrônico quando estão trabalhando.

Mal elas sabem que todas as mensagens que trocam vão parar no computador de Lincoln, o “agente de segurança da internet” contratado pelo jornal. Lincoln é um nerd meio perdido na vida. Quando ele aceitou o  emprego de “agente de segurança”, ele se imaginou fazendo qualquer coisa, menos invadindo a privacidade dos outros.

Ele compreende que precisa denunciar Beth e Jennifer. Afinal de contas, esse é o seu trabalho! Mas o problema é que toda vez que ele lê um e-mail das duas, não consegue evitar sorrir. Beth e Jennifer são muito divertidas -especialmente Beth. Ele adora o jeito que Beth escreve: ela é confiante, mordaz e  engraçada. Só pelo jeito de escrever, ele sabe que ela deve ser uma mulher atraente. Pessoas confiantes e simpáticas sempre transparecem beleza, no fim das contas.

No entanto, quando ele percebe que sua fixação por Beth está ficando cada vez mais séria, ele se afasta. Tenta deixar os e-mails de lado. Ele pode fazer qualquer coisa, exceto se apaixonar por Beth. Não, ele não pode mesmo se apaixonar por Beth. Porque ela tem namorado. E porque ele invadiu a sua privacidade vezes sem conta. Ele sabe tudo sobre Beth. Porque Beth contou tudo a ele. Ou melhor, não a ele – mas a sua melhor amiga Jennifer. E ele leu palavra por palavra, tim-tim por tim-tim. Não importa que esse fosse o seu trabalho. Nenhuma mulher iria compreender isso. Afinal de contas, é possível se apaixonar antes do “à primeira vista”?!

O que eu achei do livro: 

Devo confessar que, depois de Eleanor & Park, Anexos se tornou o meu livro preferido da Rainbow. Amo o jeito que a autora constrói os seus personagens e desenvolve a narrativa. Rainbow, definitivamente, tem um jeito meio peculiar de contar histórias. E eu adoro isso nela. A narrativa é sempre doce – mas não doce demais – sarcástica e muito, muito real.

Beth é uma personagem incrível. Eu me identifiquei muito com ela, sabe? O seu comportamento, os seus gostos e dúvidas. Ela é uma mulher independente, mas que ainda acredita no amor. Ela ainda adora o romance, mesmo que o seu atual relacionamento não seja nada romântico.

Lincoln é um rapaz tímido, que também tem o peso de um longo relacionamento nas costas. Um relacionamento que ele, até então, nunca conseguiu deixar realmente para trás.  Ele sente que a sua vida não progride, pois voltou a morar com a mãe e está preso em um emprego que detesta. Ele não sabe quais são os seus pontos fortes e nem o que quer fazer da vida.

Nesse sentido, Anexos é um livro que fala sobre superação, amadurecimento e amor. É um livro romântico e cheio de sutilezas – não há dúvida quanto a isso. Mas não é um romance bobo ou clichê. Os livros da Rainbow costumam fugir dessas tipificações. É um romance sensível, maduro e bonito. Eu fiquei encantada. De verdade.

Senti que Anexos tem uma leve semelhança com um filme que adoro, contracenado por uma das minhas atrizes favoritas (Meg Ryan): Sleepless in Seattle. Acho que a autora se inspirou nele. Não é à toa que ela o cita em alguns trechos da narrativa. E eu gostei muito disso. Em ambos os casos – filme e livro – uma pergunta ecoa. É possível se apaixonar antes do “à primeira vista”? Sam e Annie (personagens de Sleepless in Seattle) poderiam responder isto. Assim como Beth e Lincoln podem.

Nome do livro: Anexos;

Autora: Rainbow Rowell;

Editora: Novo Conceito;

Páginas: 368 páginas.